MINHA  VIDA  E  DE  MEUS  AMIGOS  SOBRE  DUAS  RODAS

Contatos: Cassola - (51) 99983-1064     accassola@terra.com.br

Banner
Banner
Banner
Banner

Calendário de Eventos

No Mês passado Decembro 2017 No Mês próximo
D 2a 3a 4a 5a 6a S
week 48 1 2
week 49 3 4 5 6 7 8 9
week 50 10 11 12 13 14 15 16
week 51 17 18 19 20 21 22 23
week 52 24 25 26 27 28 29 30
week 1 31

Últimas Notícias

Taquara
Qui, 04 de Outubro de 2007 12:04
Imprimir E-mail
Roteiros

O território de Taquara fez parte da sesmaria concedida em 1814 a Antônio Borges de Almeida Leães, que em 20 de junho de 1845 vendeu a Tristão José Monteiro e Jorge Eggers.

No ano seguinte, em 04 de setembro de 1846, o território passou a ser propriedade exclusiva de Tristão Monteiro, quando iniciou-se o processo de colonização.

http://www.taquara.com.br/

 

O território de Taquara fez parte da sesmaria concedida em 1814 a Antônio Borges de Almeida Leães, que em 20 de junho de 1845 vendeu a Tristão José Monteiro e Jorge Eggers.

No ano seguinte, em 04 de setembro de 1846, o território passou a ser propriedade exclusiva de Tristão Monteiro, quando iniciou-se o processo de colonização.

Em 07 de setembro de 1846, chegaram os primeiros imigrantes alemães que deram início à colonização da Fazenda do Mundo Novo:

    Família Ritter
    Família Lahm
    Família Schirmer
    Família Krummenauer
    Família Klein
    Família Raimundo (Italiana)

Em 24 de setembro de 1880, foi instalada a 1º Comarca de Taquara. O município surgiu com a Lei Provincial nº 1568 de 17 de abril de 1886. Através do Decreto Estadual nº 1404 de 10 de dezembro de 1908, a vila de Taquara recebeu o título de cidade.

Taquara tem seu nome proveniente da cerrada vegetação de bambus silvestres (taquarais) que na época de sua colonização cobria as margens do Rio dos Sinos, um dos cursos d´água que banha a cidade e abriga em seu território, atividades que surgiram a partir dos empreendimentos familiares dos imigrantes, em grande parte de origem germânica, ligados em sua maioria aos setores industrial e comercial que detém um elevado percentual da economia de Taquara.

Conforme os dados do censo de 2000, Taquara possui 52.817 habitantes, que, em sua maioria, residem na área urbana. O Município de Taquara está localizado na Encosta Inferior da Microregião Colonial da Encosta da Serra Geral, e dista 72 Km de Porto Alegre; 40 Km de Gramado; 48 Km de Canela; 40 Km de São Francisco de Paula; 36 Km de Novo Hamburgo e 89 Km de Tramandaí, o que ocasiona um clima subtropical onde o inverno é rigoroso e com características européias, também possui como uma de suas principais características a privilegiada localização geográfica: o município é ponto de ligação entre importantes regiões do Rio Grande do Sul, como a Serra Gaúcha, Litoral, Região Metropolitana e Vale do Sinos.

Devido a seu peso histórico, Taquara exerce papel de pólo regional em diversas áreas. Uma delas é a do comércio, que apresenta notória diversificação em todos os ramos, podendo se comparar à estrutura dos grandes centros. Outro setor muito desenvolvido é o da prestação de serviços, onde se inclui a localização de diversos órgãos públicos de atuação regional. O município também é considerado pólo no setor de ensino e da saúde, com estabelecimentos de alto nível que prestam atendimento à população de diversas cidades vizinhas.

Na área da educação, além de uma notável rede pública, possui estabelecimentos particulares de grande porte, entre as quais uma instituição de ensino superior, que são as Faculdades de Taquara.

No setor industrial, Taquara se encaminha para a diversificação. Atualmente, os segmentos mais importantes são os de calçados, produtos plásticos e laticínios. A produção agrícola, alavanca econômica na época da colonização, ainda ostenta um razoável desenvolvimento, com destaque para a produção leiteira, piscicultura e criação de gado de corte.

Por se situar próximo a cidades com forte fluxo turístico, como Gramado e Canela, o município também apresenta um grande potencial nesta área. A beleza arquitetônica dos prédios antigos na área central é uma das tantas atrações que turistas do país inteiro e até do exterior já estão descobrindo. Um exemplo é o Palácio Municipal Coronel Diniz Martins Rangel, construção em arquitetura neoclássica que data do início deste século XX.

Outro cartão postal são os templos das Igrejas Católica e Evangélica, construídos frente a frente na principal rua da cidade e as construções no estilo enxaimel encontradas no interior do município, que encantam os visitantes. Na localidade de Morro da Pedra, no interior do município, está situada a Vila Naturista Colina do Sol, a segunda maior área do Brasil para a prática desta filosofia de vida.

No incentivo às práticas esportivas, o município conta com o Parque do Trabalhador, que ocupa uma área arborizada de 4 hectares, localizado no centro da cidade. O parque oferece à população um ginásio de esportes, uma quadra para a prática de futebol de areia, duas quadras de vôlei, um campo de futebol onze, vestuários e instalações sanitárias, playground e academia de ginástica ao ar livre, possuindo ainda um lago artificial que serve de moradia aos patos, cisnes e gansos. Diariamente cem pessoas usufruem o parque, aumentando o número de visitantes para 500 aos finais de semana. No final do ano acontecerá uma grande festa popular intitulada Natal no Parque, que trará diversas atrações à população ligadas a data maior do calendário cristão.

O Município, se destaca também no setor de prestação de serviços. A agropecuária que já foi base da sua economia, ainda ostenta um razoável desenvolvimento. Taquara é conhecida por iniciativas em prol do turismo rural, piscicultura, citricultura, criação de gado de corte e setor leiteiro.

Este evento organizado em conjunto pelas secretarias municipais de Agricultura e Meio Ambiente, Educação e Saúde, reúne em um mesmo espaço uma mostra das produções coloniais da região, Feira da Saúde onde são disponibilizados serviços de prevenção à diversas doenças e atividades ligadas à Educação Infantil, como Hora do Conto, apresentações de teatro e brincadeiras infantis.

Na área de incentivo ao setor industrial, a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio promove anualmente a nível regional a Femóveis – Feira dos Fabricantes de Móveis e Esquadrias do Vale do Paranhana.

Entre os principais eventos realizados em Taquara, dois merecem citação especial: a Ciranda Musical Teuto-Riograndense, festival de música que ocorre a cada dois anos, e a Expocampo, exposição agropecuária que acontece anualmente no mês de abril por ocasião dos festejos de aniversário da cidade, considerado um dos eventos mais importantes do estado do RS.

Junto com as cidades vizinhas de Parobé, Igrejinha, Três Coroas, Rolante e Riozinho, Taquara forma o Vale do Paranhana, uma região que se destaca principalmente pela sua indústria de calçados, responsável pela produção de algumas das marcas de sapatos mais famosas do Brasil. 

http://www.taquara.com.br/